Final ou Entrada - HINO OFICIAL DO ESCAPULÁRIO

1. Senhora do Carmo, Teus grandes favores, Qual chuva de flores, Que a terra inundou, Há quase milanos se dão com largueza... E a sua riqueza Jamais se esgotou.

REFRÃO: É teu santo escapulário, um escudo forte e belo a nós todos necessário, ó Rainha do Carmello.

2. Da tua bondade, a prova nos deste, Nos dando uma veste, Que veio do céu, E aquele que morre com ela vestido, do fogo temido, já mais será réu.

3. Ó grande promessa! Ó prova sublime, Do amor que reprime, As forças do mal! Ó veste bendita, Ó pano sagrado Com o selo marcado Do amor maternal.

4. O dom sabatino Que a pena abrevia, Também, ó Maria nos deu teu amor. E assim, a justiça de Deus, em teu dia, Não mostra energia Suspende o vigor.

5. Ó flor do Carmelo, Ó luz que nos guias, Ó Virgem Maria, Bendita hás de ser. Em todas as línguas, Por todos os povos, Por velhos e novos, Do tempo ao correr.


Comunhão - NA FESTA DA VIDA SEM PAR

1. Na festa da vida sem par / Cana põe a mesa, pois não! / Na mesa não pode faltar / Nem vinho, nem risos, nem pão /Maria, que é Mãe, ali vai / Os noivos têm Mãe em Cana Jesus quer saber a hora do Pai, Maria lhe diz: “É já! ”

Refrão: Maria, Maria / Vem pôr, Mãe querida, / Jesus, Pão da vida /   Na mesa do Altar! Maria, Maria / Sem ti não há festa: / Ó vem, fica nesta, / Pra na da faltar! (2x)

2. O vinho já está bem no fim / Sem ele alegria não há:/Não pode ficar triste assim / a festa do amor em Cana / E manso Maria correu / E diz a Jesus o que quer: E o vinho sobrou, a festa cresceu / Deus fez só por ti, Mulher!

3. Escutem o que Ele disser / E façam o que Ele mandar Assim esta santa Mulher / Ensina a palavra escutar. / Nas talhas a água se faz / Um vinho que espanta os hebreus Assim sempre tem, União Festa e Paz/ O povo que escuta a Deus.

4. Maria em Caná, revelou/ Jesus, a que veio e quem é E a Fé, esta Mãe revelou/ Em Pedro, Tiago e André./ Seus filhos em torno do altar,/ ó Mãe, te rezamos assim:/ Ajuda-me a crer! Ensina-me amar!/ E a festa será sem fim!

5. Deus vem para a festa do amor/ Põe vinho na mesa e nos diz “Deus quer ver você, sim senhor, / No céu e na terra feliz!”/ Aqui Deus reparte seu Pão / E a gente aprendendo então vai:/ Partilha o que tem e canta o  refrão:/ Só quem quer o irmão, tem Pai!


Ato Penitencial - Ó DEUS BONDADE

1. Ó Deus bondade, Pai e criador, / somos teu povo santo e pecador. /
Nós te pedimos força e proteção, / ó Deus da vida e da libertação.

Ó Deus perdoa o nosso desamor. / Do céu envia o Filho Salvador! (2x)

2. Nosso pecado quer nos condenar, / da vossa face vai nos afastar. /
Porém, tu és o Deus consolação / e nos concedes sempre o teu perdão.
3. Aqui estamos para suplicar / que nossas culpas queiras perdoar. /
Te prometemos nossa conversão / porque tu és o Deus da salvação.

Ato Penitencial - CONFESSO À DEUS

Confesso à Deus Todo Poderoso e a vós irmão e irmãs que pequei
Muitas vezes por pensamentos, palavras, atos e omissões por minha culpa, tão grande culpa.

Piedade, piedade, piedade de nós Senhor. 
Piedade, piedade de nós. 

Piedade, piedade, piedade de nós Senhor. 
Piedade, piedade de nós.

E peço a Virgem Maria, aos Anjos e Santos.
E a vós irmão e irmãs que rogueis por mim a Deus nosso Senhor.


Entrada - O SENHOR RESSURGIU

O Senhor ressurgiu, aleluia, aleluia!
É o Cordeiro Pascal, aleluia, aleluia!
Imolado por nós, aleluia, aleluia!
É o Cristo, o Senhor, ele vive e venceu, aleluia!

1. O Cristo, Senhor ressuscitou
A nossa esperança realizou
Vencida a morte para sempre
Triunfa a vida eternamente!

2. O Cristo remiu a seus irmãos
Ao Pai os conduziu por sua mão
No Espírito Santo unida esteja
A família de Deus, que é a Igreja!

3. O Cristo, nossa Páscoa, se imolou
Seu sangue da morte nos livrou
Incólumes o mar atravessamos
E à Terra prometida caminhamos!